quinta-feira, 19 de abril de 2018

Não sou só o que a sociedade acha que sou



Não sou só um corpo que fala
Sou, a princípio, uma alma,
que vive em um corpo, que fala.
Que veste sentimentos
Que vivencia ideias descomuns ao
que a sociedade impõe como normal,
que vai além do padrão.


Não sou um número na sociedade
Sou alguém que tem Opinião
dentro de inúmeros habitantes
em uma sociedade que, por vezes, é vazia.
Cheia de solidão.

Não sou apenas uma máquina que trabalha.
Sou um ser com capacidade da linguagem.
que tem racionalidade e pode pensar, usando a 
inteligência para qualquer ação
em um ambiente que requer paciência e concisão.

Não sou um ser material. Sou um ser imaterial, que habita
um reino material, e que convive com matéria e espírito.

Tudo isso está na consciência. 
A felicidade não é deste mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário