quarta-feira, 31 de maio de 2017

Permita-se recomeçar


E som lá fora da chuva
emana o porvir, 
da ausência do sol
de amanhã.

Em meus ouvidos tocam:
Metallica - Metallica - Nothing Else Matters
E essa música me traz várias emoções
lembranças vividas e não sentidas
Melancolia.
Brigas.
Tristezas.
Descobrimentos...
Saudades.

O ar se enche de zero importâncias.  

Odeio o dinheiro.
Amo a Deus.
Por que as pessoas brigam por dinheiro?
Depois estão em suas casas lamentando
sentindo falta de um consolo
que o dinheiro não dava.
Mais vale o coração cheio de amor, 
do que o bolso cheio de dinheiro.

A vida é cheia de porquês...
E não importa como são escritos
por que, porquê, porque, por quê.
São argumentos ou respostas,
que infidam o tempo.
Dialogam com a maçaneta das portas fechadas.
Que tem medo de se abrir.
nesse mundo vadio, sem entusiasmo.
Dialogam com olhos que não veem,
dos quais se escondem dentro de si.

Num passo... tudo pode acabar.
Num passo o chão pode chegar mais perto.
As mudanças são apressadas.
As rugas se envolvem pelos rostos
que ontem eram de bebê.
O que mais falta?
Ou melhor, O que está sobrando?
É o tempo passando depressa,
ou a gente se esquecendo de viver.
Investindo mais na sobrevida.

Dias de lutas, dias sem lutas.
O que acontece na cabeça dessa humanidade cheia de...
A política tá inflamando.
Eu tô inflamando.
Meu coração tá cheio, mas se eu falar muito ninguém vai de dá ouvidos.

Da luta eu nunca desisti.
Só desisti da hipocrisia e de gente negativa,
esses podem mover o mundo, mas não me compram.
Já não conseguiam antes, agora sem chance.

Tô num momento reflexivo.
Estudando, trabalhando a minha mente acumulada.
Ajeitando meu coração.
Parando de reter energia ruins.
O anos está na metade.
O que eu fiz até agora?
O que você fez até agora.
Não se enrole mais, recomece hoje.
Ou melhor, permita-se recomeçar todos os dias.



Nenhum comentário:

Postar um comentário