quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Um faz de conta com a ganância



É triste. Muito triste. Muito triste mesmo.
Quando há pessoas ricas que só têm dinheiro.
Sem dá importância aos valores morais.
Acumulando coisas e mais coisas para se sentir bem.
Pensando sempre em como lucrar mais e mais.
Em como fazer para comprar um carro do ano
Em como impressionar aquela pessoa com um presente caro.
Em como comprar a casa dos sonhos que é do sonho do sonhador.
A casa é do sonho que os outros acham que deveria ser.
Em como querer ser o que não é e nunca foi.
Em como essas pessoas se matam para ser uma fantasia.
Nesse planeta é difícil ver alguém com sanidade
Alguém que saiba o que significa humildade.
Alguém que tenha certeza que sentimentos não se compram.
Alguém que ajude o próximo sem querer nada em troca.
É complicado. O orgulho e o egoísmo predominam.
Eles é que mandam nessas criaturas dinheiralistas.
E vejo tantas sendo marionetes dessa objeto de troca.
Da porta para dentro choram até não aguentarem mais.
E quem garante que são felizes com tantas notas?
Os que buscam a grande quantidade delas pensam que serão.
Eles tem medo de ser quem gostariam de ser de verdade.
Tem medo se jogar no mundo e amar muito. 
com receio dos olhares julgadores.
Tem medo de dizer que dinheiro não é tudo.
Pois alguém disse que é, e ai dele se disser ao contrário.
Se alguém já comprou amor com dinheiro, nunca se ouviu falar.
Esses são apenas personagens e nada fazem para terem finais felizes.
Quantas vezes serão necessárias para aprenderem lições?
Quantas pancadas no coração será preciso?
Quantas quedas doloridas para valorizarem as pernas?
Quantos braços machucados para valorizarem o pão suficiente?
Querem mais do que é importante. Por isso, sofrem.
Se falta a eletricidade, eles valorizam o banho quente.
E nessa de faltar, é que vão valorizando.
Não há mais limite. Não há mais regras.
O livro arbítrio é usado de maneira errante.
A busca pelo poder é maior do que pelo desapego material.
São presos neles mesmos, dotados de regras e metas.
E se não cumprem se frustram facilmente.
Uma ansiedade que domina essas mentes que não pensam.
Um discordar de tudo o tempo todo, mesmo de si mesmo.

E se o dinheiro é mais importante, por que tem ricos tão depressivos?
Tudo isso é um faz de conta com a ganância.

Nenhum comentário:

Postar um comentário