segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Pensamentear


Eu estou como deveria ser
No lugar que deveria estar
Me encontrando
Me emocionando
Me despertando
Me dizendo o que eu preciso aprender
Onde devo me focar
Pensar
Raciocinar
Perdoar?
Estou numa grande luta
Não quero perder a sanidade
Muitos não acreditam em mim
Dizem que o que eu falo
Não é verdade
Não estou nem aí
Eu que sei de mim
Do meu espaço eu que sei
Pois foi eu que construí
Todos os dias eu enfrento
fios longos densos
de sofrimentos e agonias
Tem dias que é tudo tão concreto
E outros, pura utopia.
Eu busca a liberdade
que me encontrar com ela
correr pelas esferas
dos pensamentos longínquos
Já sonhei com a felicidade
Já vi lugares lindos
Ao fechar os olhos carnais
Eu vi o verde da natureza
pessoas menos densas
Com vontade de amar
Com vontade de ser feliz
De ajudar o próximo
Sem orgulho e egoísmo
Ah, às vezes, é bom sonhos
viver de utopia
idealizar. 
Aí, quando abro os olhos
A vida volta
Volta tudo
Toda hora
Depois, discuto com um pedaço de papel
pergunto do céu
Escrevo nele meus pensamentos
No desarrumado
do meu pensamentear.


Nenhum comentário:

Postar um comentário